O home office se manterá no pós-pandemia?

Segundo pesquisa da FIA Employee Experience (FEEx), 90% das empresas optaram por alguma modalidade de trabalho em home office e que 91% dos funcionários aprovaram a mudança e 60% das empresas reportaram dificuldades como por exemplo: problemas de conexão e adaptação dos funcionários, já na pesquisa efetuada por Grant Thornton (empresa de auditoria e consultoria de tributos) com 253 executivos revela que 32% escolherão manter a opção de home office e 45% indicou que o home office é uma opção.

Com isso vemos que muito do que aconteceu foi em direção de uma adequação e adaptação assim como o acompanhamento desses funcionários teve de ser adaptado, para isso utilizamos dos avanços tecnológicos que também dão suporte para a gestão de pessoas assim como acompanhamento de desempenho entre outras atividades de controle.

Sendo assim, no pós-pandemia o home office é uma realidade, porém, não significa que ele terá protagonismo, afinal, existem também os prós e contras dessa modalidade e quando tudo estiver propenso à uma retomada 100% presencial, novos critérios serão analisados e através disso novas mudanças poderão acontecer.

Fonte: https://www.terra.com.br/noticias/home-office-indica-novas-tendencias-para-gestao-de-rh,53e3b9252325ddcf7df2d3b7c9f0d914dqq1x9s6.html

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *