Você sabe a diferença entre capacitação e qualificação?

A verdade é que da capacitação fazem parte os conhecimentos técnicos para aprimoramento profissional que podem ser aplicados através de cursos, treinamentos, porém, estes são oferecidos a fim de preparar os profissionais para atividades de seu dia a dia e é realizado pela empresa em sua maioria de vezes por profissionais do RH, estes também podem possuir além dos aspectos técnicos também o comportamento e como o funcionário lida com as emoções.

Já a qualificação é quando profissional busca esses aperfeiçoamentos de habilidades através de própria iniciativa para incrementar o currículo que tem o foco principal em proporcionar um conhecimento que servirá de diretriz e base em sua carreira.

Agora que sabe a diferença desses dois temas, queremos fazer um convite para que tenha uma excelente base para o seu currículo.

Já pensou em atuar no setor solar? O Canal Solar oferece o curso com vagas limitadas de armazenamento através de baterias, o que pode ocorrer de forma híbrida, backup e Off-grid, nessa oportunidade especial você receberá o desconto de 10% ao usar o nosso cupom: ENERJOBS10.

🗓️ 27 e 28/11 na modalidade online ao vivo
👉 https://lnkd.in/g9GC5rvX

Outra opção de curso incrível é o da Elektsolar há a possibilidade se profissionalizar em todos os cursos da plataforma relacionados ao setor solar por um preço mensal, segue o link: https://go.hotmart.com/V62804023J?ap=81e8

Fonte: https://www.educamaisbrasil.com.br/educacao/carreira/capacitacao-profissional-o-que-e-importancia-e-principais-desafios

 

 

O home office se manterá no pós-pandemia?

Segundo pesquisa da FIA Employee Experience (FEEx), 90% das empresas optaram por alguma modalidade de trabalho em home office e que 91% dos funcionários aprovaram a mudança e 60% das empresas reportaram dificuldades como por exemplo: problemas de conexão e adaptação dos funcionários, já na pesquisa efetuada por Grant Thornton (empresa de auditoria e consultoria de tributos) com 253 executivos revela que 32% escolherão manter a opção de home office e 45% indicou que o home office é uma opção.

Com isso vemos que muito do que aconteceu foi em direção de uma adequação e adaptação assim como o acompanhamento desses funcionários teve de ser adaptado, para isso utilizamos dos avanços tecnológicos que também dão suporte para a gestão de pessoas assim como acompanhamento de desempenho entre outras atividades de controle.

Sendo assim, no pós-pandemia o home office é uma realidade, porém, não significa que ele terá protagonismo, afinal, existem também os prós e contras dessa modalidade e quando tudo estiver propenso à uma retomada 100% presencial, novos critérios serão analisados e através disso novas mudanças poderão acontecer.

Fonte: https://www.terra.com.br/noticias/home-office-indica-novas-tendencias-para-gestao-de-rh,53e3b9252325ddcf7df2d3b7c9f0d914dqq1x9s6.html

 

Potencial de empregos no setor de energias renováveis

Sabe o motivo do setor de energias renováveis tem alto potencial de crescimento?

Nosso planeta precisa urgentemente reduzir a produção de gases gerados por combustíveis fosseis e carvão, para então, evitar catástrofes climáticas e diminuir o aquecimento de temperatura.

Só no primeiro trimestre do ano de 2020 a eletricidade fornecida pelo setor de energias renováveis foi de 28% maior do que a do mesmo período do ano de 2019, por fim, ao final do ano esse fornecimento chegou a 30% conforme os dados do 2° relatório (Global Energy Review 2020) realizado pela Agência Internacional de Energia (IEA). E a energia gerada no mundo caiu 2,6%. Outro ponto é o aumento dos investimentos nas energias solar e eólica que já é uma melhor alternativa considerando a quantidade de espaço que as usinas hidrelétricas ocupam trazendo um impacto ao meio ambiente indesejado, fora a escassez hídrica que tem intensificado a procura por meios alternativos de geração de energia. Mais um sinal do aumento de empregos no setor.

A região Nordeste é marcada por uma maior quantidade de sol e também de vento sendo muito propício a este tipo de investimento em instalações dos sistemas eólicos e solares, o que também resulta em maior recorrência de parques solares, eólicos e usinas.

Trazemos outro paralelo que é da capacitação que em muitos casos pode ocorrer após a contratação e importar profissionais dos setores de engenharia ambiental, eletrônica, civil e mecânica. É um setor muito novo e a dica é que haja um investimento também por parte do profissional a fim de ter um diferencial na hora do processo seletivo.

Fonte: https://vocesa.abril.com.br/carreira/descubra-como-e-trabalhar-na-area-de-energias-renovaveis-um-mercado-a-todo-vapor/

 

A construção de usina nuclear fortalece debate sobre Energias Renováveis

De acordo com uma notícia do Canal Solar, foi anunciada pelo Ministro de Minas e Energias a construção de uma usina nuclear até o ano de 2031 como um meio para evitar a emissão de poluentes como o que acontece com as energias geradas através do carvão e de combustíveis fosseis.

Esse assunto tem como consequência muita discussão se de fato essa alternativa em comparação com as energias limpas e renováveis trarão riscos necessários para gerar energia suficiente considerando que as energias renováveis e limpas podem ter um menor potencial de energia, outro ponto que se argumenta é que ao comparar esse tipo de energia com as dos meios mais utilizados para minimizar o impacto dessa emissão de gases e também com a finalidade de reduzir o aquecimento do planeta até 2100.

O que merece igualmente a atenção é o lixo tóxico gerado pela energia nuclear e o risco de contaminação que essa usina pode gerar, tudo isso deve ser ponderado diante das alternativas, entretanto esse debate sobre a necessidade de uma nova usina nuclear e as Energias Renováveis está só em seu começo.

Fonte: https://canalsolar.com.br/anuncio-de-nova-usina-nuclear-reacende-debate-sobre-investimento-em-renovaveis/

Em breve, teremos novidades para vocês na área de capacitação. Cadastre sua newsletter para sempre se manter informado de nossos posts!

Mais um recorde na geração de Energia Solar

E chegamos com uma boa notícia nessa quarta, a GD ultrapassou a potência instalada equivalente ao ano inteiro de 2020, o período em que foi efetuado o calculo é de acordo com o dia 1° de janeiro até o dia 10 de novembro. Ou seja, em um período menor de tempo a geração de energia distribuída superou os resultados do ano anterior.

Considerando que este é um recorde da geração de energia no Brasil e não é o primeiro recorde batido nesse ano, o que mostra a expansão acelerada de instalações de energia solar em residências, propriedade rurais, comércios, industrias entre outros, sendo que estas são 25,4% em maior quantidade do que as do ano de 2020.

Por isso, entendemos que mais do que promissor esse setor traz consigo inúmeros benefícios para o desenvolvimento econômico, ambiental e de empregos em nosso país e quanto mais rápido essa transformação acontecer melhor eficácia trará.

Fonte: https://canalsolar.com.br/gd-solar-ja-supera-em-2021-a-potencia-instalada-do-ano-inteiro-de-2020/

 

O que o futuro nos reserva para os trabalhos remotos?

Com o avanço da vacinação, observamos uma retomada das atividades e também transição do trabalho Home office para o Híbrido, de acordo com a pesquisa efetuada pela McKinsey que visa o cenário mundial dos empresários entrevistados, 90% optarão por regime híbrido de trabalho, mas 68% dos entrevistados afirmam não possuir um planejamento de quando isso será colocado em prática.

Não existem dúvidas do quanto essa forma de trabalho tem sido bem aceita pelas organizações e muito mais pelos funcionários, afinal, a adaptação foi bem sucedida em primeiro ponto para trabalhos em home office, trazendo também uma tendência crescente ao trabalho híbrido que será uma alternativa mais viável para aqueles que ainda acham necessário em um ou dois dias os funcionários irem trabalhar na empresa, claro que também teremos de nos adaptar a forma híbrida, entretanto, tudo isso a um excelente custo benefício para ambas as partes.

Então, sabemos que o futuro nos reserva empresas com menos escritórios e maior flexibilidade considerando poucas as estações fixas de trabalho, com dia de escalação para trabalho presencial com rotatividade, agendamentos e revezamento de funcionários. Além de todos os cuidados necessário para promover segurança e prevenir danos físicos ementais no local de trabalho.

Fonte: https://www.mundorh.com.br/o-futuro-do-trabalho-sera-hibrido/

 

A CAIXA financiará instalação de sistema fotovoltaico para pessoas físicas

Nesta semana a Caixa Econômica Federal noticiou que atuará com liberação de crédito para instalações de sistemas fotovoltaicos para pessoas físicas, o programa terá o nome de: “CAIXA Energia Renovável para pessoas físicas”, e permitirá o financiamento de 1,17% até 100% do valor do projeto.

Por enquanto, não há data prevista para que esse novo programa de financiamento entre em ação, porém, quando essa nova linha de crédito for liberada será solicitada nas agências. A primeira parcela do financiamento tem como prazo máximo de pagamento para até 6 meses e com limite de 60 meses para efetuar o pagamento de todo o valor.

A Caixa anunciou outras linhas de créditos uma para empresas e que também está relacionada a Energias Renováveis e outras duas focadas no agronegócio. O setor ganha mais alternativas que facilitam a implantação de projetos e viabilizar um futuro sustentável e limpo.

Fonte: https://canalsolar.com.br/caixa-oferece-linha-de-credito-para-pessoas-fisicas-instalarem-sistema-fotovoltaico/

 

Em outubro a Energia Solar teve destaque na contribuição de potência operacional

Conforme notícia do Canal Solar, a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) permitiu maior contribuição na potência operacional de energia o equivalente a 544,3 MW originados pela geração centralizada que é aproximadamente 56% do total mensal (957,03 MW).

Com isso, concluímos a relevância dos investimentos na Energia Solar, seja de forma geral na produção de potências, seja para a construção de um futuro limpo e sustentável, mais uma vez a prova da eficácia e também do quanto essa nova energia tem para contribuir, principalmente ao levarmos em conta as situações de crise como a hídrica que atualmente nos prejudica.

Sendo assim se faz necessário que haja medidas a fim de aumentar a força da energia solar e o Brasil se torne referência nessa forma de gerar energia, alcançando então novos patamares.

Aproveite e tenha acesso a vagas para todo o Brasil no setor:

Fonte:  https://canalsolar.com.br/mais-da-metade-da-potencia-operacional-liberada-em-outubro-foi-de-energia-solar/

 

Pesquisa aponta dados importantes sobre o uso do e-Social

Haverão mudanças no e-social e a Nith Treinamentos efetuou uma pesquisa para acompanhamento das áreas contábeis, departamento pessoal, trabalhista, fiscal e previdenciária.

Através disso foram levantados alguns dados de que 51% dos profissionais de RH e departamento pessoal sentem-se inseguros em relação de como efetuar os envios das informações e utilizar a ferramenta. Sendo que 56,6% possuem apenas os conhecimentos básicos desse sistema.

O foco é que os profissionais capacitados com o uso do e-Social tenham mais oportunidades e destaquem-se no mercado, outros dados apontados pela pesquisa é que 21% dos profissionais possuem a meta de possuir os conhecimentos necessários para evitar o erro na rotina diária e se destacar no mercado. Dos entrevistados 16% tem o objetivo de serem promovidos, 16,3% querem se recolocar 15,5% querem atividades de renda extra relacionadas ao e-social, 14% são autônomos e 8,6% que desejam mudar de emprego.

Com esses dados sabemos que as mudanças sempre chegam e que a partir disso quem se adapta a elas e entende os pontos a serem melhorados estará à frente daqueles que preferem resistir as inovações.

Fonte: https://www.contabeis.com.br/artigos/7034/esocial-51-dos-profissionais-de-rh-e-departamento-pessoal-sentem-inseguranca-no-envio-das-informacoes/

Valor da conta de luz pode diminuir os empregos em 2022

Conforme notícia do Canal Solar a  Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou relatório com a previsão da diminuição de 456 mil de empregos por conta da crise hídrica que desencadeou no aumento da conta de luz, em contraposição o setor de energia solar gerará mais empregos como uma solução para escassez de energia hídrica.

Os empregos tirados contabilizam cerca de 66 mil até o final deste ano e 290 mil para o ano de 2022, além disso o PIB que é o Produto Interno Bruto, possui maior probabilidade de queda de 22,4 bilhões sendo a quantidade R$ 8,2 bilhões ainda em 2021 e R$ 14,2 bilhões até o fim do ano que vem.

Outra previsão efetuada pelo CNI é que por conta da escassez e da crise hídrica a conta de luz sofrerá nesse ano o aumento de 6,77% e 18,8 % em 2022 em virtude de reajustes de tarifa. E não é à toa que a Energia Solar assume um papel decisivo diante da crise atual.

Fonte: https://canalsolar.com.br/alta-da-conta-de-luz-pode-tirar-456-mil-empregos-ate-2022-energia-solar-vai-na-contramao/